segunda-feira, 30 de agosto de 2010

CHOVE MERDA NA FRANÇA
                                               Crônica de: Sérgio Aparecido Dias
                                   (e de quem mais poderia ser?!?...)


Um fato inusitado está ocorrendo num vilarejo da França, chamado Saint-Pandelon, desde o mês de Maio. De repente, sem qualquer explicação plausível, começa a cair “pequenos flocos cinzentos, da espessura da unha do dedo mínimo, com terrível mau odor de fezes humanas”, de acordo com os jornais locais. Sempre que chove acontece esse fenômeno, para o qual os estudiosos ainda não têm respostas. Sabe-se que os exames feitos nas fezes não detectaram a presença de bactérias fecais tipicamente humanas, mas não descobriram a que espécie animal corresponde os excrementos.  Pensava-se, a princípio, que aviões estariam despejando o conteúdo dos sanitários sobre a região, mas isso foi descartado em virtude das cabinas serem pressurizadas, sendo impossível a abertura em pleno vôo, sem colocar em risco a aeronave e os passageiros.

Também não encontraram vestígios de aves migratórias que pudessem estar “fazendo necessidades” durante os vôos. Mesmo porque, convenhamos, para soltar “cusparadas” formando flocos do tamanho de uma unha, teria que ser uma ave de respeitável “abundância”, não é mesmo? Tá certo que os pombos dão “cusparadas”, mas são jatos de merda mole, de uma altura de uns 5 ou 6 metros. Não chegam a formar “flocos” do tamanho de uma unha humana!
Bem... não sou especialista em merda nenhuma, mas vou dar a minha opinião. Sabemos que o sol absorve os líqüidos através da evaporação e depois os devolve sob a forma de chuva. Ora, de tanto despejarem esgotos para os rios e os mares, é lógico que os escrementos (ou seja: merda!) sejam também sugados pelo sol. Se até peixinhos sobem às nuvens (não sob a forma de gases, mas numa tromba d'água), porque então não a própria merda, já que sabemos que ela flutua?
Inclusive, dizemos de alguém que não tem opinião própria, que ele é um "merda n'água"! Mas os franceses não merecem isso, pois eles produzem os melhores perfumes do mundo. O Brasil sim merece uma enorme tromba d'água da mais pura merda, em virtude do governo que temos e do que teremos, se as pesquisas se confirmarem nas urnas! Termino com uma profetada: a chuva de merda é para a França não se exaltar demais e nem se vangloriar, por ser a terra do perfume e da excelente cozinha.

OBS: Encontrei essa “preciosidade” no Genizah e senti “inspiração” para
          escrever a presente crônica. Não “cheira bem”, mas aí está.

F I M 

domingo, 29 de agosto de 2010

SISTEMA PRISIONAL BRASILEIRO

Muito se diz que o sistema prisional do Brasil não recupera ninguém.
MENTIRA!
Temos exemplos aqui mesmo. É só copiar as
CADEIAS DO TEMPO DA DITADURA (ANOS 70 E 80).
ELA REABILITAVA OS PRESOS SIM.
MODELO BRASILEIRO PARA TODO O MUNDO.
NENHUM PAÍS CONSEGUIU REABILITAÇÃO IGUAL
UMA MARAVILHA DE EXEMPLO. ORGULHO BRASILEIRO.

LÁ ENTRARAM; 

GUERRILHEIROS,
  
TORTURADORES,
  
FRAUDADORES,
  
TRAFICANTES,
  
CORRUPTOS,
  
ESTUPRADORES,
  
LADRÕES,
 
ASSASSINOS E 
SEQÜESTRADORES. 

E SAÍRAM: 
  
GOVERNADORES,
  
MINISTROS,
  
PREFEITOS,  
DEPUTADOS,
SENADORES, 
 
VEREADORES,
UM PRESIDENTE,

E AGORA UMA CANDIDATA A PRESIDENTE.
NÃO FALEI QUE RECUPERA?????????






( Recebido por E-mail)

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

O JUSTO E A INIQÜIDADE

Por Alberto Couto Filho

À beira de um caminho está sentado um justo, cuja alma está agitada por ver as dificuldades que se lhe apresentam, obstando a realização de um sonho, de um anelo. Vê-se a angústia e o pranto a tirar-lhe a alegria de viver.
Ele não sabe que “Aquilo que teme o perverso, isso lhe sobrevém, mas o anelo dos Justos, Deus o cumpre (Pv 10:24):

Face às dificuldades, ele já está fazendo juízo da situação, ao considerar a indisponibilidade de recursos para encetar uma caminhada, rumo à realização do seu sonho. Falta-lhe a fé.
Aquele justo desconhece que Jesus, para que se cumprisse o que foi dito por Isaias, disse que “não esmagaria a cana quebrada, nem apagaria a torcida que fumega, até que faça vencedor o seu juízo” (Mt 12:20).

>Suas lutas e contendas, objetivando o seu alvo, o seu desejo, não o levariam a nada.
Disse o Senhor, ainda no evangelho de Mateus que “não contenderia nem gritaria e nem alguém ouviria nas praças a sua voz” (Mt 12:19)

>Uma possível purificação, pretendida por aquele justo para alcançar o seu sonho seria, conforme a Palavra, também, totalmente inútil, pois está escrito: “Quem pode dizer: Purifiquei o meu coração, limpo estou do meu pecado” (Pv 20:9).

>Revolver-se, esforçar-se ao extremo, lançando-se ao trabalho para a consecução do seu objetivo, também não lhe seria proveitoso, pois Salomão questionou “Que proveito tem o homem de todo o seu trabalho, com que se afadiga debaixo do sol? (Ec 1:3)
Há, porém, uma chance única para que aquele justo atinja o seu objetivo: “É elevar os olhos para os montes (para os céus) de onde, certamente, virá o socorro” (Sl 121:1)
“O seu socorro só poderá vir do Senhor que fez o céu e a terra” (Sl 121:2)
Ele precisa olhar permanentemente para os céus, para o Sol que é Jesus, entregando-se de corpo e alma ao Seu Evangelho. Então, o Senhor, placidamente, superará todos os obstáculos e removerá todos os impedimentos, pois está escrito que “O Senhor, Ele o guardará de todo o mal, guardará a sua alma” (Pv 121:7).

E ele deverá descansar e esperar no Senhor, deixando fluir em sua vida os desígnios de Deus, “Pois os que esperam no Senhor renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam (Is 40:31).

O inverno, as dificuldades irão se dissipar, conforme no livro de Cânticos:  “Porque eis que passou o inverno, cessou a chuva e se foi” (Ct 2:11).

Chegou, finalmente, a primavera. Aquele justo, por acreditar nas promessas de Deus de que as dificuldades seriam superadas e que suas necessidades e desejos seriam supridos pelo Senhor, desistiu de buscar solução própria para os seus anseios, “não mais se inquietando...” (Mt 6:31); buscando, em primeiro lugar, o reino de Deus e a sua justiça, certo de que os desejos do seu coração vos serão acrescentados” (Mt 6-33)

E disse o Senhor, na primavera, àquele justo:
“Saberão todas as árvores do campo que eu, o Senhor, abati a árvore alta, elevei a baixa, sequei a arvore verde e fiz reverdecer a seca; eu, o Senhor, o disse e o fiz (Ez 17:24);  
“aparecem as flores na terra, chegou o tempo de cantarem as aves, e a voz da rola ouve-se na terra (Ct 2:12);
“A figueira começou a dar seus figos e as vides em flor exalam o seu aroma...”(Ct 2:13)

Agora, dentro do coração daquele justo há louvores e sonhos elevados. E ele diz:  “Ó Senhor, tu é o meu Deus; exaltarei a ti e louvarei o teu nome, porque tens feito maravilhas e tens executado os teus conselhos antigos, fiéis e verdadeiros (Is 25:1)

Agora, em Sião, os seus nobres ideais soltam asas para suas realizações. Sua alegria então é incontida. O profeta Isaias, diz que a unção recebida do Senhor é, dentre outras coisas, para “por sobre os que em Sião, estão de luto uma coroa, em vez de cinzas, óleo de alegria, em vez de pranto, vestes de louvor, em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem carvalhos de justiça, plantados pelo Senhor, para a sua glória (Is 61:3)

A terra, “habitat” daquele justo, em regozijo, experimenta, também, um alegre despertar. Diz Isaias: “Desperta, desperta, reveste-te da tua fortaleza, ó Sião; veste-te das tuas roupagens formosas. Ó Jerusalém, cidade santa; porque não mais entrará em ti nem incircunciso nem imundo” (Is 52:1). O profeta quis dizer que a impiedade não terá mais lugar na cidade de Deus.
Esperando, assim, por um futuro melhor, o povo ora “para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra” (Fp 2:10)

Entrementes, enquanto os anelos dos corações crescem cada vez mais, muitas lágrimas, ainda, são derramadas em razão das investidas do já derrotado satanás. O que fazer neste momento? O salmista nos consola: “O justo tem nas suas lágrimas o seu alimento dia e noite, enquanto lhe dizem continuamente: O teu Deus, onde está? (Salmo 42:3)

Em irrestrita obediência à Palavra, o justo mantém o seu olhar direcionado para Jesus, pois:
=>Ele sabe que assim será salvo, ele e todos os que estão por todos os limites da terra, porque sabe que o Senhor é Deus, e não há outro (Is 45:22);
=>Ele sabe que Deus “Do alto lhe estenderá a mão e o tomará; tirando-o das muitas águas” (2Sm 22:17);
=>Ele sabe, também que “Os olhos do Senhor repousam sobre os justos, e os seus ouvidos estão abertos ao seu clamor” (Sl 34:15);
=>Ele sabe que para Deus, não há impedimentos, o Evangelho de Lucas nos diz que “Para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas” (Lc 1:37);
=>Ele sabe que os seus olhos não podem se voltar para os homens, pelo que Paulo escreveu aos coríntios: “pois ninguém deve gloriar-se nos homens; porque tudo é vosso, diz o Senhor” (1Co 3:21)

Finalmente, sabemos que não é lutando e combatendo que vamos ser vitoriosos. Paulo assim se posiciona, “porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e, sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, conta as forças espirituais do mal, nas regiões celestes” (Ef 6:12)
Vamos vencer sim, mas pela fé e oração, olhando para cima com toda a confiança e toda a submissão. Desta forma é que a vitória sorrirá para o nosso povo.

Para que nossos sonhos sejam realizados precisamos vencer as ciladas do diabo. Ao tomarmos a armadura de Deus, precisamos:
=>”Embraçar, sempre, o escudo da fé, com o qual poderemos apagar todos os dardos inflamados do Malígno" (Ef 6:16)
=>”Tomar o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus" (Ef 6:17);
=>"Estar com toda oração e súplica, orando em todo tempo no Espírito e, para isto, vigiando com toda perseverança e súplica por todos os santos" (Ef 6:18)

Ele, o nosso Deus, permanecerá enquanto existir o "Sol" e enquanto durar a lua, através das gerações" (Sl 72:5)

A vitória é nossa, em Cristo Jesus


Nota do editor do blog:

O autor deste excelente artigo é editor de seu próprio
Blog, cujo endereço pode ser clicado logo abaixo.





sexta-feira, 20 de agosto de 2010

A ARTE DE PERMANECER CASADO

Texto: Heb 13:4 – “Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus os julgará  os impuros e os adúlteros”.

Tema:  A Arte de Permanecer Casado.

Introdução

1-      Prezados amigos e irmãos, estamos reunidos nesta noite para prestar um culto em ação de graças ao Deus único e poderoso a convite dos amados irmãos Pr. Alzemar e irmã Aliete pelos seus  20 anos de casados. Esse período é chamado “Bodas de Porcelana”.
2-      Este é um momento singular e exemplar para os que estão pensando em casar ou tem pouco tempo de casados.
3-      A sociedade atual tem sido influenciada a não mais valorizar o casamento bem com a sua indissolubilidade.
4-      Casar e permanecer casado têm sido algo quase impossível e inaceitável na sociedade atual.

MENOS CASAMENTOS, MAIS ROMPIMENTOS




De acordo com projeções estatísticas, em 2000 houve (dados do IBGE):
Ø  112.000 divórcios no Brasil.
Ø  93 500 separações judiciais
Ø  205 800 casamentos encerrados nos tribunais: em um ano.
Ø  Em 1984 - A cada 100 casamentos apenas 10 acabam em divórcio.
Ø  Em 2000 - A cada 100 casamentos 28 acabam em divórcio. 


5-      Por isso devemos louvar a Deus pelas vidas destes irmãos, que têm permanecido tantos anos casados.
6-      Casar é relativamente fácil, mas permanecer casados por tantos anos é uma arte. Arte que vai se consolidando nos princípios da Palavra de Deus.
7-      Por isso, hoje à noite quero compartilhar com todos sobre: Lance a tese!

Tese: O que é preciso fazer para praticar a arte de permanecer casado.

I - Obedecer incondicionalmente a ordem que  Deus dá aos casados de permanecerem casados. Marcos 10:9  Portanto, o que Deus ajuntou, não o separe o homem.

A-    Duas palavras devem ser bem compreendidas neste versículo.
1-      ajuntar” = suzeugnumi suzeugnumi 1) prender a um jugo, escravizar 2) juntar, unir pelo laço do matrimônio. 
Tempo-Aoristo à O Aoristo é caracterizado por sua ênfase na ação puntiforme; isto é, o conceito do verbo não leva em consideração o tempo passado, presente, ou futuro.
Voz-Ativa à Voz Ativa representa o sujeito como o agente ou executor da ação. Por exemplo, na sentença "O rapaz chutou a bola", o rapaz executa a ação.
2-      “separar” =  cwrizw chorizo = 1) separar, dividir, partir, quebrar em pedaços, separar-se de, despedir-se 1a) deixar esposo ou esposa 1a) de divórcio 1b) partir, ir embora. 
Tempo-Presente à O tempo presente representa uma simples declaração de um fato ou realidade, observada como algo que ocorre neste momento.
Voz-Ativa à Voz Ativa representa o sujeito como o agente ou executor da ação. Por exemplo, na sentença "O rapaz chutou a bola", o rapaz executa a ação.
Modo-Imperativo à O Modo Imperativo corresponde ao nosso imperativo, e expressa uma ordem ao ouvinte para realizar uma determinada ação por comando e autoridade daquele que a emite.
B- O desejo e ordem de Deus, é que marido e mulher não se separe e se por acaso se separarem, que não se casem. Se não agüentam ficar sozinhos, se reconcilie. (1 Coríntios 7:10-11 Todavia, aos casados, mando, não eu, mas o Senhor, que a mulher se não aparte do marido.11  Se, porém, se apartar, que fique sem casar ou que se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher.)

C-    O desejo sublime de Deus quanto o casamento é uma união duradoura que só é quebrada quando um dos conjugues morre. (Romanos 7:2  Porque a mulher que está sujeita ao marido, enquanto ele viver, está-lhe ligada pela lei; mas, morto o marido, está livre da lei do marido.)


II- Obedecer incondicionalmente a ordem que  Deus dá aos casados de amarem-se mutuamente.

A-    Aos Maridos.

1-      Amar a sua mulher como a si mesmo. (Ef 5:28  Assim devem os maridos amar a sua própria mulher como a seu próprio corpo. Quem ama a sua mulher ama-se a si mesmo. 29  Porque nunca ninguém aborreceu a sua própria carne; antes, a alimenta e sustenta, como também o Senhor à igreja;)
2-      Amar a sua mulher como Cristo amou a Igreja. (Ef 5:25  Vós, maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela,)

B-    As Esposas.

1-      Sendo submissas ao seu marido. (Ef 5:22  Vós, mulheres, sujeitai-vos a vosso marido, como ao Senhor;)
F “Sujeitar-se” = upotassw hupotasso 1) organizar sob, subordinar 2) sujeitar, colocar em sujeição 3) sujeitar-se, obedecer 4) submeter ao controle de alguém 5) render-se \a admoestação ou conselho de alguém. É um termo militar grego que significa "organizar [divisões de tropa] numa forma militar sob o comando de um líder". Em uso não militar, era "uma atitude voluntária de ceder, cooperar, assumir responsabilidade, e levar uma carga".
Tempo-Presente à O tempo presente representa uma simples declaração de um fato ou realidade, observada como algo que ocorre neste momento.
Voz-Média à A Voz Média indica o sujeito executando uma ação para si mesmo (ação reflexiva) ou para seu próprio benefício. Por exemplo, "O rapaz se arrumou."
Modo-Imperativo à O Modo Imperativo corresponde ao nosso imperativo, e expressa uma ordem ao ouvinte para realizar uma determinada ação por comando e autoridade daquele que a emite.

2-      Sendo respeitosas para com o seu marido. (Ef 5:33  Assim também vós, cada um em particular ame a sua própria mulher como a si mesmo, e a mulher reverencie o marido.)
I “reverencie ou respeitar” = fobew phobeo = tratar com deferência ou obediência reverencial.
Tempo-Presente à O tempo presente representa uma simples declaração de um fato ou realidade, observada como algo que ocorre neste momento.
Voz-Ativa à Voz Ativa representa o sujeito como o agente ou executor da ação. Por exemplo, na sentença "O rapaz chutou a bola", o rapaz executa a ação.
Modo-Subjunctivo à O Modo Subjuntivo é o modo de possibilidade e potencialidade. A ação descrita pode ou não ocorrer, dependendo das circunstâncias.

3-      Sendo uma mulher virtuosa. (Pv 31:10  Mulher virtuosa, quem a achará? O seu valor muito excede o de rubins.)
a-      “virtuosa” =  lyx chayil = 1) força, poder, eficiência, fartura, exército, habilidade, eficiência.
b-      Como procede a mulher virtuosa com seu marido.  
J Ela procura fazer o bem ao seu marido. (Pv 31:12  Ela lhe faz bem e não mal, todos os dias da sua vida.)
à “bem” = bwj towb =  adj 1) bom, agradável, amável 1a) amável, agradável (aos sentidos) 1b) agradável (à mais alta índole) 1d) bom, rico, considerado valioso 1e) bom, apropriado, conveniente.
K Ela transmite com suas atitudes muita confiança ao seu marido. (Pv 31:11  O coração do seu marido está nela confiado, e a ela nenhuma fazenda faltará.)
C O seu marido é conhecido por causa das suas qualidades espirituais! Qual homem não vai amar uma mulher deste tipo.  (Pv 31:23  Conhece-se o seu marido nas portas, quando se assenta com os anciãos da terra.)
à “conhece-se” = edy yada‘  (Nifal) 1b1) tornar conhecido, ser ou tornar-se conhecido, ser revelado 1b2) tornar-se conhecido 1b3) ser percebido.  

C-    Perdão (Esposo e Esposa)

1- O que é perdoar?
a-      afihmi aphiemi = enviar para outro lugar; mandar ir embora ou partir.
b-  apoluw apoluo = deixar ir. Um requerente ao qual a liberdade de partir é dada por uma resposta decisiva.

2-      Quantas vezes devo eu perdoar? Mt 18:21-22  Então, Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete? Mt 18:22  Jesus lhe disse: Não te digo que até sete, mas até setenta vezes sete.

3-      Devemos perdoar o nosso próximo porque fomos perdoados por Deus.

a-  Efésios 4:32  Antes, sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo.
b-  Colossenses 3:13  suportando-vos uns aos outros e perdoando-vos uns aos outros, se algum tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também.



Sermão pregado pelo Pr. Aureliano Colaço em Maceió - AL, no dia 11 de Março de 2006,
devidamente adaptado pelo Pr. Sérgio aparecido Dias, em 23 de Fevereiro de 2008, para o
evento das Bodas de Porcelana, do Pr. Alzemar Silva de Menezes e sua esposa, Aliete Silva
de Menezes, em Manaus - AM.

sábado, 14 de agosto de 2010

AS GOTAS DO LAMAÇAL
                                       
STELA CÂMARA DUBOIS (retirado do livro “Sarça Ardente”)

Um homem está sentado à beira do caminho. Nobre ideal lhe agita a alma.
Ele quer realizá-lo, mas lhe parece impossível.
Olha as dificuldades, e considera os poucos recursos com que pode contar.

Passa um sábio e lhe mostra um lamaçal perto da estrada, dizendo:
 - "As gotas de água deste lamaçal estão clamando por um destino melhor.
Como é que vai resolver o problema? Dirás que elas têm de lutar e contender?
Não, porque quanto mais combaterem os elementos em derredor, mais sujas ficarão.
Aconselharás que um desinfetante seja aqui jogado para purificá-las?
Não, isto não valeria à pena. Dirás então às gotas que elas precisam esforçar-se
para levar a lama ao fundo? Também tal processo é inútil.

Há um remédio apenas:

As gotas do lamaçal precisam olhar para cima, para o sol brilhante,
entregando-se completamente ao poder dos seus raios.
E então, sejam quais forem os obstáculos,
o sol resolverá tudo de maneira suave e silenciosa.
Serão levadas nas asas dos raios solares para as nuvens
e transformar-se-ão em gotas de orvalho, puras e imaculadas.

 Nos países onde o inverno é forte, todos os insetos maus definham e morrem.
Quando desponta a primavera em todo o seu primor de encanto,
 o ar se torna embalsamado e a terra purificada.
Tudo vai reverdecer, reflorir e frutificar.

A primavera faz o que faz o domínio do Espírito no coração do crente.
Transforma tudo em bênçãos. Há cânticos de pássaros.
Há vôos de borboletas que brincam, saltitantes, sobre as flores.
Dentro dos corações há louvores e sonhos elevados.
Há ideais nobres soltando asas para realizações e alegria imperecível crescendo cada dia.
Há um desejo profundo de despertamento em toda a terra brasileira.
Há corações clamando por um destino melhor. Joelhos se dobram dia e noite,
lágrimas são derramadas pelas dificuldades que se levantam,
mas os anelos dos corações crescem cada vez mais. Que fazer?

Olhando para Jesus, corramos! Nele os recursos não são limitados.
A Sua Mão não está encolhida. O Seu ouvido não está surdo aos clamores.
Para Ele não há impedimentos. A palavra impossível não está no dicionário divino.
O cumprimento das Suas promessas será tão fácil como a subida das gotas fracas do lamaçal.
É necessário que desviemos os olhos dos recursos humanos.
Não é lutando e combatendo que vamos vencer.
Mas pela fé e oração, olhando para cima com toda a confiança e toda a submissão,
é que a vitória virá para o querido Brasil!

F I M

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

APRENDIZADOS E APRENDIZES
CRÔNICA DE:  Sérgio Aparecido Dias
(...e de quem mais poderia ser?)


Pois é pessoal, a gente aprende certas coisas na escola, que depois nunca usa!

Por exemplo, observe esse enunciado de física: "a menor distância entre 2 pontos é a linha reta". Pode até ser, mas um boi bravo não liga para isso, você não pode correr em linha reta até a árvore mais próxima, senão ele te pega; você tem que correr em zigue-zague, velho!

Sempre se argumentou que precisamos aprender História. Aprender História pra quê, se o que já passou eu vi no jornal de ontem, e o que está acontecendo eu vou ver no jornal das 8 e o resto eu vejo na Internet?

Quanto à química, meu professor nunca me falou da "química que rola". Resultado: uma garota me perguntou se podia "rolar alguma química", eu não sabia o que era e me dei mal. Ou seja: por minha ignorância, não rolou nada!
E sobre o 2° mais conhecido enunciado da física, de que "toda ação gera uma reação", essa eu aprendi quando ofendi um brutamontes que mais parecia um armário, e recebi um baita de um tabefe no pau da venta. Aí eu entendi o seguinte: lá na escola, nós aprendemos na teoria, enquanto que aqui nós aprendemos na prática. Espero não mais ter que levar nenhum tabefe, catiripapo, sopapo, bofetes e coisas do gênero. Valeu nesse caso a teoria aplicada, mas doeu pra danar e foi extremamente humilhante.
Mas é assim mesmo, “vivendo e aprendendo”, é o que minha mãe sempre dizia.
E o nosso povo brasileiro tá careca de saber disso. Aprendemos, por exemplo, que quando se diz de algum treinador de que ele está “prestigiado e tem todo apoio da diretoria”, vai receber um sonoro pé na bunda no dia seguinte. Uns têm sido demitidos por telefone e, em tempos mais modernos, há até os que foram mandados pro olho da rua pela Internet.
Coisas da modernidade. Hoje já se diz que uma criança órfã pode ser adotada por um “casal” gay. Em tempos antigos, um casal era formado por um macho e uma fêmea. Mas hoje, em tempos modernos, um casal pode ser formado por 2 machos ou por 2 fêmeas. Nesses casos, “ele” pode ser “ela” e “ela” pode ser “ele”. A criança adotada deve decidir, mais tarde, se vai se tornar “ela” ou “ele”
Impossível aceitar ou mesmo entender uma perversão dessas. Por isso, estão criando uma lei para obrigar ao povo brasileiro a aceitar que, o homem de hoje, pode ser a mulher de amanhã. Que o indivíduo pode (e até deve) usar uma cueca de dia e uma calcinha de noite. De acordo com esse novo ensino, isso é “normal”. 
O Presidente Lula afirmou ser um “direito inalienável” do ser humano. De acordo com esse raciocínio de jegue, o macho tem o direito (se não o dever!) de sentir-se uma fêmea e derreter-se de paixão por um homem. E a fêmea pode apaixonar-se por uma mulher e ter com ela um tórrido caso de “amor”. O seu “ministro” do Meio Ambiente soltou a franga e rebolou na parada do “orgulho” gay. E o seu ex-“ministro” da Cultura confessou, em entrevista, que gosta de usar as calcinhas de sua mulher, ao invés de suas cuecas.
O mundo está mesmo perdido.  Desse novo tipo de “ensino” e “aprendizado” eu quero a máxima distância. E, se essa porcaria de lei vigorar, seremos obrigados a permitir o ensino dessa aberração nas escolas públicas e particulares, faculdades e universidades, sob pena de interdição do estabelecimento e prisão dos responsáveis.
Igrejas e entidades que forem contrárias a essa bestialidade, correrão o risco de serem lacradas e terem seus programas de rádio e televisão retirados do ar. A simples menção de que essa deturpação é pecado, já será o bastante para que as sanções rigorosas sejam aplicadas e os responsáveis sejam punidos.
Em outras palavras: não poderemos informar aos nossos filhos e netos que eles são machos e devem sentir desejo apenas por fêmeas. E nossas filhas e netas poderão ser apalpadas e molestadas por qualquer professora machuda, e não poderemos protestar quando uma “mestra” sapatão acariciá-las e seduzi-las para as práticas imundas da homossexualidade.
O defensor-mor do homossexualismo no Brasil até recebeu comenda especial e medalha de “honra” por serviços prestados na área de “humanismo” e “sociologia”. Em seu site indecente e imoral, ele fala de seus relacionamentos com rapazes adolescentes “bem dotados” . Afirma sua preferência por jovens na faixa dos 16 anos. É um pedófilo confesso e um depravado assumido. Serão pessoas assim que ensinarão as novas gerações de alunos das nossas escolas.
Pois meus netos e netas jamais serão aprendizes dessa corja de depravados, pois sempre lhes ensinarei que essa imundície é uma aberração da Natureza e que devem seguir as inclinações normais com as quais nasceram: macho é macho e fêmea é fêmea, o que disso passar é anormalidade e bestialidade. E que venham as sanções, perseguições e prisões arbitrárias! E que fechem e lacrem nossos templos! Jamais poderão fechar ou lacrar a Igreja, pois ela é o corpo de Cristo e não é uma entidade visível e palpável. As portas do inferno não prevalecerão contra ela!!!
Levantai-vos, ó aprendizes do verdadeiro ensino, que jamais caduca com o tempo! Levantem-se homens e mulheres, de fato e de verdade, e impeçam que essa lama imunda invada nossos centros de cultura e emporcalhe a nossa Sociedade! O imundo continue imundo, já que aprecia a imundície e a sujidade. Mas não deixemos que nos dite as regras, ou que nos impeça de seguir os ditames da nossa consciência cristã!

HOMENAGEM AOS PAIS E SUAS PROFISSÕES

HOMENAGEM AOS PAIS E SUAS PROFISSÕES Pr. Sérgio Aparecido Dias - Meu pai é MECÂNICO. O mecânico conserta as coisas e as faz funcionar de no...