quinta-feira, 30 de setembro de 2010


MACACO OLHA O TEU RABO”
POR Alberto Couto Filho

"NÃO ACREDITO MAIS NO SILAS E DIGO O PORQUÊ"

Pior do que o ímpio é um pastor mutante. Eu queria entender como uma pessoa que se diz cristã, membro da Assembleia de Deus afirma que sua vida mudou depois que conheceu os falaciosos profetas da prosperidade, Morris Cerullo e Mike Murdock, finórios “filhos do mundo”, criadores respectivamente, de uma bíblia herética e de um dissimulado “Clube de Investimentos”, artifícios ardilosos empregados para aumentar a arrecadação da igreja onde ocorreu a mutação daquele pastor. Ele, também, não convocou plebiscito ou solicitou sugestão da membresia da igreja sobre o custo das bênçãos: R$ 900,00, R$ 610,00 pela bíblia e R$ 1000,00 como depósito mínimo para a compra de benações” para formar a carteira do Clube.
“”benações”” > bênçãos como títulos de renda variável

Na bíblia do senhor Silas não deve constar que ele não deveria ser enfatuado e que deveria perder a mania por questões e contendas de palavras das quais nascem: inveja, provocação, difamações, suspeitas malignas” e altercações sem fim, por homens como o Cerullo e o Murdock, de mentes pervertidas e, mentirosos que são, valem-se da fé dos crédulos e ingênuos para obterem lucro. (1Tm 6:4,5).
O curioso é que há alguns anos atrás o pastor Silas, também, declarava peremptoriamente: “SOU CONTRA O AMOR PELO DINHEIRO!”
Ele pregava com a veemência que lhe é peculiar que o amor do dinheiro é raiz de todos os males; e alguns, nessa cobiça, se desviaram da fé e a si mesmos se atormentaram com muitas dores (1Tm 6:10). Àquela época nós o víamos, em fitas de vídeo, dando um “verdadeiro show” e respaldando, nas Sagradas Escrituras, todo o seu discurso sobre AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DE UM VERDADEIRO PASTOR.
Esta fita de vídeo original, que o faz ficar nervoso e torna difícil a sua ideação, deveria ser exibida, sempre que ele protagonizar, como agora, o papel de “santarrão”.
Nessa fita ele mostra a desgraça e algumas coisas que aborrecem a Deus, acerca dos ricos: Não praticar o bem; Não praticar boas obras; Não ser generosos em dar; Não dividir a riqueza; Não estar pronto a repartir, além de abominar a força dos poderosos contra os indefesos (1Tm 6:18).

A candidata Marina lembrou-me Jesus em (Mt 17:24).
Pedro foi questionado por dois coletores de impostos: “...Não paga o vosso mestre as duas dracmas? Os fiscais referiam-se ao imposto para o templo, prescrito em (Ex 30:13).
Jesus sabia que, como filho de Deus e descendente de Davi, Ele não tinha a obrigação de pagar o tributo – Ele, por não ser um “estrangeiro” estava liberado da obrigação. E o que fez o Mestre? Explicou a Pedro esta condição, mas fez com que ele pescasse uma tilápia tendo à boca uma moeda de um estáter, que correspondia a quatro dracmas – o valor a ser pago por ambos.
A Bíblia, em todas as suas versões, menos na herética “Batalha Espiritual e Vitória Financeira”, comentada pelo aleivoso Cerullo, diz que Jesus, além de dar o exemplo, buscou evitar ofensas e não escandalizar os que esperavam por uma decisão entre as duas alternativas que se lhe apresentavam; a primeira; pensavam os coletores: Se Ele não pagar o tributo estará desrespeitando a Cesar; a segunda; imaginavam eles: Se Ele pagar estará sendo subserviente a Cesar e não será visto como o Rei e Libertador do povo.
Será que Jesus estaria, também, “jogando para a torcida”? Ele estaria em cima do muro, conforme o chulo linguajar daquele camaleônico pastor?

Paulo estava em cima do muro quando circuncidou Timóteo, filho de pai grego, por causa dos judeus? (At 16:3)
         
O apóstolo dos gentios, quando escreveu ao Romanos: “Não nos julguemos mais uns aos outros; pelo contrário, tornai o propósito de não pordes tropeço ou escândalo ao vosso irmão” (Rm 14:13) – estaria sobre o muro ou buscando aplausos da torcida
O pastor mutante está interessado na “sua comida” que, decididamente, não é “o ser contrário ao aborto” e sim, a ameaça de ver seus planos frustrados quanto à sua presença na mídia televisiva. Não venham me dizer que ele desconhece as intenções demoníacas do vice da Dilma – muito menos de satanás, o seu mentor.
Prossigamos sempre embasados na Bíblia Sagrada:
Quando ele entristece não só a candidata Marina, mas ao povo de Deus, está demonstrando, para nós cristãos, não estar andando segundo o amor fraternal. Por causa da “sua comida” ele não deveria fazer perecer aquela a favor de quem Cristo morreu (Rm 14:15).

Professar a energumênica teologia da prosperidade fê-lo esquecer que o Reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo. Se ele não está servindo a Cristo deste modo, não está agradando a Deus e está sendo reprovado pelos homens (Rm 14:17,18)
Maldosamente, ele manifesta a sua intenção de destruir a obra de Deus por causa da comida, esquecendo, também, que todas as coisas, na verdade, são limpas, mas é mau para o homem o comer com escândalo (Rm 14:20)
É bom que ele não coma carne, nem beba vinho; nem faça qualquer outra coisa com que sua irmã venha a tropeçar ou se ofender ou se enfraquecer (Rm 14:21)
Esta fé que ele diz ter que a tenha para ele mesmo perante Deus. O senhor Silas parece não saber mais que bem aventurado é aquele que não se condena naquilo que aprova e que aquele que tem dúvidas é condenado se comer, porque o que faz não provém de fé; e tudo o que não provém de fé é pecado (Rm 14:22,23).

Diz o senhor Silas que o povo brasileiro não tem todas as informações necessárias para decidir esta questão de maneira isenta, referindo-se ao aborto.
Da mesma forma, pensamos nós, ferrenhos opositores à esfolação sofrida pelos incautos membros das igrejas que professam a nefasta teologia da prosperidade, vantajosa apenas para os seus líderes: O povo brasileiro não tem, também, todas as informações necessárias para opinar sobre esta “picaretagem”, este cancro que tem a seu favor a mídia televisiva dos mega-pastores que “jogam pesado” para influenciar seus prosélitos.

Cultivar uma vida cristã significa ser radical. Radical contra o pecado, contra esse sistema mundano dirigido pelo diabo, diz o camaleônico senhor Silas, trazendo-me à lembrança aquele provérbio português: “Macaco não enxerga o seu rabo, mas enxerga o da cutia” ou um bem conhecido do brasileiro: “Macaco olha o teu rabo!”
A palavra do pastor Silas, como cristão radical, teria de ser apenas isto: “SOU CONTRA O AMOR PELO DINHEIRO”.
Ele deve estar imaginando que sua resposta aos candidatos petistas, o seu manifesto e os outdoors que estão sendo espalhados pela cidade vão encobrir a “sua cara” de teólogo da prosperidade. Ele, para nos convencer terá de se posicionar, publicamente, contra seu credo atual, que é o dinheiro quando, publicamente, substituiu Deus por Mamon.

Dizem muitos comentaristas que estão sentindo o fedor de mais uma das suas peripécias.
O que ele estará tramando?
Ele perdeu o meu respeito e, como tenho várias opções, fico com os pastores íntegros e fieis que não falseiam ou deturpam a Palavra, com a finalidade de satisfazer as suas necessidades pessoais e digo, de forma categórica, que votarei em Marina.

Em tempo – Singularidades
A quem interessar possa.
Nome Científico: Chamaeleo chamaeleon
Família: Chamaeleontidae
Subordem: Sauria
Ordem: Squamata
Classe: Reptília
Nome Popular: CAMALEÃO
O camaleão é um réptil conhecido por mudar a sua cor para se adaptar a um ambiente ou a uma situação. Esta estratégia o ajuda a se proteger de potenciais predadores e passar desapercebido por eles.
Além desta característica, possui a capacidade de movimentar os dois olhos independentemente e também de enrolar a cauda para se agarrar.

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Olá Pastor Sergio, como vai? Espero que esteja bem na paz do Senhor. Paz!

    ResponderExcluir
  3. Pr Sérgio,

    A blogosfera té com saudades do pastor amigo.
    Kd vc?
    O conservo amigo

    ResponderExcluir
  4. Alô Rô e Alberto: a paz do Senhor Jesus!
    Estou em Manaus, me preparando para retornar para a região do Médio Solimões. Irei de mudança, a fim de pastorear a Igreja Batista Regular Maranata, em Tefé. Estou muito atarefado ajeitando as coisas por aqui. Mas arranjarei um tempinho para colocar o blog em dia e fazer alguns comentários nos blogs dos amigos, ok? Um abraço!!!

    ResponderExcluir