sexta-feira, 30 de julho de 2010

SOBRE O VÍDEO “LATINO GOSPEL”
E O CD “GOSPEL” DA BANDA CALIPSO
Pr. Sérgio Aparecido Dias

O vídeo “Latino Gospel”, publicado no Youtube e divulgado amplamente na Internet, deixou de ser hilário e já ultrapassou as barreiras do bizarro! Na verdade, é um testemunho vivo e claro do que representa em realidade o Neopentecostalismo. Se isso é "avivamento", não é promovido pelo Espírito Santo, com certeza absoluta!!! Essa performance do "latrino" tem mais a ver com a "irmandade" do 'sêo' Perú (da extinta Escolinha do Professor Raimundo). Se for brincadeira, é de muito mau gosto. Mas se ele está fazendo uma paródia, então está corretíssimo, infelizmente devo reconhecer! Porque é nesse ponto justamente que se encontra o que eles chamam de "mover do espírito".  Concordo plenamente, pode ser sim um mover do "espírito"; mas não é - definitivamente não é - o mover do Espírito Santo.
O Espírito Santo leva o crente convertido e nascido de novo para as regiões celestiais em Cristo, para o louvor perfeito e digno, para o uso de ritmos, instrumentos e gêneros musicais com equilíbrio e bom senso, que não transformem o culto cristão em bagunça. Jamais o Espírito Santo levará a Igreja a transformar o templo em discotecas, plataforma de desfiles sensuais, palco de show de palhaços, teatro de patéticos e pseudos atores, ringue de luta livre e artes marciais, balcão de mercadores e exploradores da crendice e da superstição.
O cantor Latino (a quem chamei linhas atrás de 'latrino') teve essa performance de gay gospel, em virtude do gosto atual da legião "gospeira". Por isso é que ele proporcionou essa esdrúxula apresentação latrina, pois sabia que teria os aplausos de milhares de "evangélicos" neopentecostais "gospentos". Afinal, ele é um artista, vive da música! E descobriu o filão de ouro do mundo "gospel". Como todos sabem, logo vai aparecer no mercado o CD "gospel" da banda Calipso. Dá pra imaginar a Joelma guinchando o santo nome de Jesus, requebrando-se toda e mostrando as suas pernas desnudas, sua dança sensual e sua voz rascante, ao gosto dos seus fãs forrozeiros. Nada contra que ela tenha o seu público, cante o seu estilo e execute a sua dança, que, aliás, lhe deram fama. Mas que não me venha com a conversa mole que se "converteu" e que vai usar agora todos os seus atributos de performance, para louvar a Deus e "pregar" o "evangelho"! Isso eu não engulo não!!! Prefiro cuspir pra bem longe toda essa "gosparada"! Chega! Já estou mais que enojado com toda essa “gospice”!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário